Você já usou um simulador de investimento? Essa ferramenta pode ser bastante útil na hora de escolher qual investimento melhor atenderá às suas necessidades.

Os percentuais de rentabilidade divulgados pelas instituições bancárias servem como um bom indicador, para fins de planejamento e comparação. Contudo, engana-se quem acha que basta acrescentar esses percentuais ao valor que pretende aplicar. O cálculo da rentabilidade de um investimento depende de vários fatores.

Neste post, vamos entender:

  • como funciona a rentabilidade dos investimentos;

  • quais características devem ser observadas para saber se um investimento é rentável ou não;

  • como funciona um simulador de investimento;

  • quais as vantagens de usar um simulador de investimento.

Acompanhe a leitura e tire suas dúvidas!

Quais são as características dos investimentos?

Várias características devem ser observadas ao escolher um investimento. Elas podem ser resumidas em um tripé composto por:

  • segurança;

  • liquidez;

  • rentabilidade.

A segurança de um investimento reside no baixo risco de perdas. Nem todos os investimentos oferecem baixo risco; alguns são mais arriscados que outros.

A liquidez diz respeito à capacidade que o investimento tem de converter-se em dinheiro com facilidade. Há investimentos que não podem ser resgatados com facilidade antes da data do vencimento, ou que trazem perdas financeiras se forem resgatados em curto prazo. Nesse caso, diz-se que ele é um investimento de baixa liquidez.

Por fim, a rentabilidade é a quantidade de dinheiro que a sua aplicação efetivamente renderá, após esgotado o prazo contratado e descontados os impostos.

Como funciona a rentabilidade dos investimentos?

A rentabilidade pode variar conforme vários fatores:

Modalidade do investimento

  • Investimentos de renda fixa prefixados — são investimentos cuja rentabilidade pode ser prevista desde o momento da contratação;

  • investimentos de renda fixa pós-fixados — são compostos de uma parcela prefixada mais uma parcela variável. Essa parcela variável vai depender do desempenho de um índice financeiro;

  • investimentos de renda variável — são investimentos com maior volatividade.

Índice financeiro ao qual ele está indexado

No caso dos investimentos indexados a um índice financeiro (SELIC, IPCA, IGP-M, CDI etc.), o desempenho dele vai determinar a rentabilidade da aplicação.

No caso dos investimentos atrelados à taxa SELIC, por exemplo, o investimento será mais rentável se a taxa de juros da economia brasileira também estiver alta.

No caso dos investimentos atrelados ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), eles renderão uma porcentagem do índice CDI, que determina o custo do dinheiro nas transações interbancárias.

Data do resgate

Em regra, quanto maior o prazo de resgate do investimento, melhor a sua rentabilidade. A depender das características de cada investimento e também da data final contratada, resgatar o dinheiro antes do prazo pode trazer perdas financeiras.

Alíquota de Imposto de Renda

Nos investimentos em que incide o Imposto de Renda (IR), a alíquota obedece a uma tabela regressiva. Isso significa que quanto mais tempo o investidor levar para resgatar o dinheiro, menor é a alíquota do IR.

Como você pôde compreender no item anterior, há vários fatores que devem ser considerados ao calcular a rentabilidade de um investimento. Não basta apenas calcular a rentabilidade bruta. Na prática, não é esse valor que você vai receber. É preciso fazer o cálculo completo, considerando a rentabilidade líquida desde a data da aplicação até a data do resgate.

Como funciona um simulador de investimento?

Uma maneira simples e precisa de determinar a rentabilidade de um investimento é por meio de um simulador de investimento.

Essa ferramenta virtual, que pode ser encontrada em sites e apps, efetua o cálculo da rentabilidade com base nos seguintes elementos:

  • quantia que você deseja investir;

  • prazo pelo qual você está disposto a deixar o dinheiro rendendo;

  • percentual bruto de rentabilidade, segundo o índice financeiro que incidirá no investimento escolhido;

  • percentual líquido de rentabilidade;

  • desconto da alíquota do Imposto de Renda.

Após avaliar os elementos acima, o simulador informará a sua expectativa de resgate bruto, e a sua expectativa de resgate líquido.

Atenção: tenha em mente que o simulador informará a sua expectativa de rentabilidade, ou seja, é o que você pode receber se o investimento se desenrolar conforme foi contratado. Caso você resgate o dinheiro antes da data fornecida, a rentabilidade não será a mesma.

Por que usar um simulador de investimento antes de investir?

Para entender melhor a rentabilidade de um investimento

Ao longo deste texto, você viu que o resultado final de um investimento depende de um cálculo que sofre a influência de muitas variáveis. Quando falamos assim, entender a rentabilidade de um investimento pode parecer algo muito difícil e vago.

Porém, ao fazer o cálculo, na prática, fica mais fácil compreender como se dá a rentabilidade de um investimento e, assim, ter valores tangíveis que demonstram se ele vale a pena ou não.

Para comparar investimentos diferentes

Cada investimento tem particularidades distintas quanto aos aspectos que compõem o tripé: segurança, liquidez e rentabilidade. Isso significa que, ao comparar investimentos, precisamos considerar os 3 aspectos de cada um.

Usar um simulador facilita essa tarefa, pois fornece um resultado tangível da rentabilidade, e assim você pode tirar conclusões sobre qual é o investimento mais interessante. Números não mentem, certo?

Para saber quanto aplicar

O cálculo da rentabilidade começa no valor investido — tudo depende de quanto você vai aplicar! Por isso, é importante saber qual é a quantia que você precisa reservar para alcançar seu objetivo financeiro.

Caso o cálculo feito pelo simulador não resulte no valor que você precisa ter para realizar seu objetivo, é possível simular novamente até chegar à resposta.

Para fazer planos

O planejamento é essencial para a consecução das metas que desejamos alcançar. Não basta aplicar dinheiro: é preciso saber exatamente quanto ele renderá de verdade (considerando os descontos de impostos) e quando esse valor estará disponível. Afinal, é só a partir desse momento que você poderá realizar a compra desejada, ou ter a sua aposentadoria, sua renda passiva etc.

Seja qual for o seu objetivo, ele só começa quando você tiver o dinheiro na mão! E para saber isso, você pode simular a rentabilidade do investimento no simulador.

Acesse gratuitamente o simulador de investimento do Paraná Banco e teste o que você leu ao longo do conteúdo. Com o nosso simulador, você poderá calcular a rentabilidade do CDB (Certificado de Depósito Bancário), um dos investimentos mais seguros e rentáveis do mercado.

Se tiver alguma outra dúvida ou quiser discutir as possibilidades e facilidades que temos a oferecer, entre em contato conosco e converse com um de nossos consultores!