Você sabia que ficar rico envolve não só a acumulação de recursos financeiros como, também, o desenvolvimento de uma mentalidade de prosperidade? Muita gente ainda acredita que a riqueza só vem por herança ou, então, devido a alguma ocasião de sorte, como ganhar na loteria.

Contudo, na prática não é bem assim. Já ouviu o ditado “Pai rico, filho nobre, neto pobre”? E as histórias dos ex-milionários que acertaram as famosas seis dezenas, mas que não souberam investir o dinheiro estrategicamente?

Tais situações só demonstram que não basta apenas ter dinheiro para se tornar fico, na verdade, é preciso mudar a forma de pensar e desenvolver hábitos saudáveis para a vida financeira.

Confira, em seguida, algumas dicas para você passar a ter uma mente de rico e, assim, alcançar a desejada independência quando o assunto é dinheiro!

Reveja as suas crenças

Muito do que um adulto considera como certo ou errado vem do tempo de infância, seja por orientação dos pais, dos professores ou, até mesmo, da própria experiência. Por exemplo, se a criança conhece uma pessoa rica, mas com um temperamento desagradável, pode ocorrer de ela achar que todos que possuem riqueza são iguais àquela.

Em alguns casos, sem perceber, o adulto cria uma aversão a ficar rico, por pensar que passará a ter características que ele não aprova em quem tem prosperidade ou, melhor, em apenas determinadas pessoas que ele conheceu ao longo da vida. Como você pode notar, trata-se aqui de pegar um só exemplo e estendê-lo para todo um grupo de indivíduos.

Em vez disso, quando o aspirante à independência financeira enxerga o trabalho para ficar rico como algo saudável, ou seja, uma oportunidade para melhorar a condição de vida dos familiares e ter um futuro tranquilo, as chances de colocar esse desejo em prática são muito maiores.

Economize

Se alguém quer ficar rico, não pode fugir da principal regra de finanças: gaste menos do que ganha! Afinal, sem um excedente mensal fica difícil acumular dinheiro e, assim, ter condições de que ele “trabalhe” por você.

Para tanto, a pessoa precisa reavaliar todos os gastos, de modo a classificá-los por grau de necessidade. Com isso, fica mais fácil cortar determinados itens supérfluos, que muitas vezes sequer são usufruídos.

Além disso, ao desenvolver o costume de economizar, o indivíduo passa a dar maior valor ao dinheiro, pois sabe exatamente como o recurso é utilizado e como é difícil conquistá-lo.

Crie hábitos geradores de riqueza

Gastar menos do que se recebe é um fator essencial para se ficar rico, porém, pode demorar algum tempo até que essa atitude dê o resultado esperado. Logo, se você quer acelerar a formação de patrimônio, é indispensável criar hábitos geradores de riqueza.

Por exemplo, a pessoa pode utilizar as próprias habilidades para ganhar renda extra, como dar aulas particulares de algum ofício, prestar consultoria, montar um negócio com um familiar, vender mercadorias etc.

É bem verdade que cada pessoa tem competências diferentes, por isso, não há uma regra que possa ser aplicada a todo mundo. Entretanto, vale o esforço do indivíduo para buscar uma forma alternativa de aumentar a própria renda.

Para tanto, é preciso ficar atento às oportunidades de negócio que o cercam. Uma dica para encontrá-las é achar soluções para problemas vivenciados por outras pessoas.

Use a inteligência para ganhar dinheiro

Você talvez já tenha ouvido a frase segundo a qual “dinheiro chama dinheiro”, não é mesmo? Na prática, ela tem um fundo de verdade. Por exemplo, quando a pessoa utiliza o dinheiro poupado para realizar aplicações financeiras, seja de renda fixa, como CDB e LCI, ou de renda variável, como ações, ela faz com que a quantia “trabalhe” para trazer mais recursos.

No caso da renda fixa, em que os ganhos são regulares, a tendência é de que o crescimento do capital seja considerável à medida que os juros compostos passem a ter um efeito multiplicador sobre o dinheiro investido. Lembra dos famosos “juros sobre juros”? Então, nesse caso, eles passam a agir a favor do poupador.

Seja qual for a sua opção de investimento, é recomendável estudar as oportunidades do mercado financeiro, para ficar rico de modo mais rápido e sustentável. Ao entender desse universo com mais profundidade, você adquire uma das habilidades mais presentes em pessoas com riqueza, isto é, saber lidar com as finanças.

Busque ficar rico trabalhando com o que gosta

A frase atribuída a Confúcio já é meio batida, mas não custa relembrá-la: “encontre um trabalho que ama e você nunca mais trabalhará em sua vida”. Num mundo em que grande parte dos indivíduos enxerga o trabalho como um fardo, tal ensinamento pode parecer meio difícil de se colocar em prática, concorda?

Ainda assim, saiba que o fato de a pessoa gostar do que faz contribui de forma significativa para que ela alcance a riqueza. Afinal, quando isso acontece, o indivíduo se mostra mais inclinado a procurar qualificação constante e a se lançar em busca de melhores oportunidades na carreira.

Caso contrário, a atividade profissional passa a ser vista apenas como um modo de se gerar renda, sem qualquer realização pessoal. Como consequência, a pessoa tende a se contentar com o que recebe e, assim, para de se desafiar, o que gera estagnação.

Saiba diferenciar dívida e patrimônio

Um dos grandes erros de quem almeja a riqueza e conseguiu certo êxito nessa jornada é gastar ou, em alguns casos, “torrar” o dinheiro com itens que servem para demonstrar status.

Nesse sentido, há quem financie casa, carro, viagem etc. e acredite que já é rico, por ter a posse de muitos bens. Entretanto, a pessoa desconhece que, no fundo, adquiriu dívidas para pagar. Afinal, ela só terá a propriedade dos bens quando quitá-los por completo.

Além disso, é preciso considerar que o indivíduo com mentalidade de rico geralmente vive de renda, ou seja, dos frutos do dinheiro já poupado, como os juros das aplicações financeiras.

Assim, só depois de alcançar determinado nível de estabilidade financeira é que o rico passa a desfrutar desse patrimônio, mas sem jamais destruir a própria fonte de ganhos: o capital acumulado.

Gostou dessas dicas sobre como desenvolver a mentalidade para ficar rico? Que tal ajudar mais pessoas a alcançarem, também, a independência financeira? Compartilhe este post nas suas redes sociais e contribua para que isso aconteça!